myPartner - Blog - Indústria alimentar: ingredientes para uma economia circular myPartner

Ingredientes para uma economia circular na Indústria Alimentar

A tecnologia pode ajudá-lo a produzir de forma mais eficiente.


A economia circular visa maximizar a reutilização de produtos e matérias-primas e minimizar a destruição de valor.
A economia circular assenta na redução, reutilização, recuperação e reciclagem de materiais e energia. Visa maximizar a reutilização de produtos e matérias-primas e minimizar a destruição de valor. O sistema de economia circular é diretamente oposto ao sistema linear habitual: onde os produtos são destruídos no final do seu ciclo de vida (perdendo rapidamente o seu valor). Temas bem conhecidos do setor alimentar como reciclagem e sustentabilidade fazem parte da economia circular. Mas a economia circular vai mais longe ao procurar manter o valor dos recursos (matérias-primas, água, energia), prestando atenção ao uso eficiente de recursos, desempenho ambiental, compras sustentáveis e consciencialização do consumidor.

O ciclo biológico e técnico
O sistema circular inclui dois ciclos diferentes: o ciclo biológico e o ciclo técnico. No ciclo biológico, os materiais residuais regressam com segurança à natureza após o seu uso e, no ciclo técnico, o produto (componentes) é feito de tal forma que estes podem ser reutilizados num nível de alta qualidade. E a indústria alimentar pode contribuir para o sistema circular. Exemplos disso mesmo são a utilização de frutas e vegetais rejeitados de fabricantes e agricultores para produzir sumos ou sopas; usar desperdícios que não são vendidos como alimento para outros fins, como ração animal e produção de biodiesel para energia renovável.

Os 7 elementos-chave da economia circular
Como o termo "economia circular" é usado de muitas formas, a Circle Economy definiu sete elementos-chave que se aplicam a todos os setores. Este elementos são um bom guia para começar:
1. Priorizar recursos regenerativos
2. Preservar e estender o que já foi feito
3. Usar o desperdício como recurso
4. Repensar o modelo de negócio
5. Design para o futuro
6. Incorporar tecnologia digital
7. Colaborar para criar valor conjunto

Produzir de forma mais eficiente com tecnologia
A tecnologia pode ajudá-lo a produzir com mais eficiência. Por exemplo, através da compra de produtos, gestão de inventário, controlo de qualidade e acompanhamento/rastreabilidade. Para além de toda esta funcionalidade, no Foodware 365 pode configurar uma ou mais co-e/ou by-products no seu sistema de software. Os co-e/ou by-products são, por exemplo, a diminuição de desperdícios, a massa residual que é reutilizada para pão ou o registo de outros tamanhos que saem da produção, para além dos tamanhos padrão. Isso pode ser registado diretamente no Foodware 365 e usado novamente num processo de produção posterior. Um bom exemplo de economia circular com a ajuda da tecnologia.

A sua empresa de alimentos está a trabalhar para um futuro mais sustentável? Fale com a myPartner. Agende uma reunião e/ou demonstração através do mymarketing@mypartner.pt.


Fonte: Foodware365