MenuBarLayout

Empresas com forte legado histórico adotam as mudanças na indústria da moda

As tendências na indústria da moda impulsionam a criatividade, modificam os processos de produção e, por fim, levam à mudança.


As tendências na indústria da moda impulsionam a criatividade, modificam os processos de produção e, por fim, levam à mudança. O desenvolvimento de novas tecnologias é uma força fundamental por trás da perturbação significativa que está a ocorrer na indústria da moda. Os designers mais influentes estão à altura do desafio, apresentando ideias únicas e estilos de mudança rápida, levando à concorrência agressiva. Embora tudo isto ocorra internamente, fatores externos, como novas políticas, também afetam a forma como a indústria da moda funciona.

Procura de sustentabilidade e ética
Nos últimos anos, o negócio da moda tem estado em foco pelo impacto que tem sobre o meio ambiente. Do ponto de vista ético, as práticas laborais utilizadas para produzir roupas baratas também foram questionadas. Para neutralizar esses problemas, muitas marcas têm-se esforçado para exibir níveis aumentados de transparência e contrariar estas questões. A H&M iniciou uma coleção de beleza consciente em 2016 que continha produtos amigos do planeta, tal como a Adidas lançou um par de tênis feitos de lixo plástico tirado do oceano.

Introdução de software tecnológico para o processo de design
Inúmeras inovações tecnológicas estão a ser implementadas para promover e realçar ainda mais a criatividade na indústria da moda. Estão disponíveis softwares suites que oferecem suporte em diversas áreas, incluindo marketing e vendas, bem como o design de moda altamente avançadas.

A impressão 3D também está a ter impacto na indústria da moda, ajudando os designers a concretizarem ideias inovadoras. O vestido de kinematics da Nervous System está entre os exemplos mais marcantes da moda impressa em 3D, equanto outras ferramentas tecnológicas críticas incluem o software de modelagem 3D e a alfaiataria inteligente.

Pagamentos simplificados
Atualmente, muito do browsing ocorre em smartphones, e com a adição de serviços de pagamento, os clientes podem comprar bens online de forma conveniente. Isto torna necessário que as empresas de moda se adaptem a essas mudanças e operem online.

Além dos pagamentos online, pode tirar proveito de apps de moda como o Tradesy, que ajuda na compra e venda de itens de moda Premium, garantindo a sua autenticidade. As redes sociais, tais como o Facebook ou o Instagram, podem ser usadas para promover os seus produtos diretamente aos seus clientes, marcas da Nike e da Versace já o fazem.

Marcas antigas também usam plataformas baseadas em vídeo, como o YouTube, para comunicarem com o público. A Burberry, por exemplo, está a capitalizar com a ascensão do streaming, permitindo que as pessoas assistam a eventos ao vivo de modelos na passarela.

A tecnologia na moda não é apenas sobre a criação de produtos. Influencia todas as partes do produto desde o seu início e desenvolvimento até à sua venda. As ferramentas de interpretação de dados podem ajudar a identificar e analisar tendências atuais, enquanto as soluções de ERP podem ajudar a padronizar tudo, desde a faturação até às operações.

Uma solução especificamente desenvolvida para responder aos desafios únicos do Setor da Moda, end-to-end, como é o caso do Dynamics 365 Business Central for Fashion, permite assegurar uma abordagem integrada.

Partilhe com a myPartner os seus desafios particulares. Agende uma conversa e/ou demonstração através do email mymarketing@mypartner.pt.


Fonte: K3 Business Technologies