A funcionalidade Playbook: automatizar atividades de vendas

​Com a aposta da Microsoft nos recursos de Inteligência Artificial, foi introduzido na versão 9.1 do Dynamics for Sales, uma nova funcionalidade capaz de ajudar uma organização no processo de vendas. A funcionalidade Playbook é capaz de ajudar uma organização a automatizar as atividades de vendas repetitivas e responder a eventos externos.

Os Playbooks foram projetados para fazer cumprir uma série de atividades predefinidas através de templates que são acionados num cenário específico ou no contexto de um processo. Com o Playbooks é possível utilizar um conjunto de boas práticas fazendo com que os utilizadores possam alcançar melhores resultados.

Imagine-se um cenário em que o principal decisor de um negócio deixa a organização a meio de um processo negocial, essa ação tem potencial para originar evento capaz de comprometer todo o negócio. Contudo, com o Playbooks, pode-se criar um automatismo capaz de criar um conjunto de tarefas e atividades necessárias para minimizar o impacto. Por exemplo, criar uma tarefa onde é possível alcançar os contatos atuais na conta do cliente e identificar a pessoa substituta marcando de seguida uma chamada telefónica introdutória para entender melhor as novas prioridades das partes interessadas. Com este conjunto de ações é garantida uma rápida identificação do novo principal decisor para que o negócio possa ser recuperado com sucesso.

Com as novas capacidades do Playbooks a organização poderá:

- Configurar o Playbooks para realizar um conjunto de tarefas e atividades automáticas uma vez acionado.

- Pesquisar e iniciar os Playbooks com base em cenários específicos.

- Acompanhar os processos de execução de Playbooks em relação ao resultado, bem-sucedido ou não.

Esta funcionalidade ainda se encontra apenas disponível para a aplicação Sales Hub do Dynamics 365 for Sales V9.1 não se encontrando ainda planeada uma expansão para as restantes.