ERP para a Moda é Essencial para o sucesso da Estratégia omnicanal

O desafio do omnicanal reside na dificuldade de proporcionar ao cliente uma experiência consistente no acesso à(s) sua(s) marca(s), seja por visita às lojas físicas ("bricks"), ou via eletrónica ("cliks") pela internet, num ponto de venda self-service na loja, por telefone móvel ("ticks") ou através das redes sociais.

Em geral, isso significa sincronizar cada transação que acontece num canal com todos os outros canais ou armazená-los todos num sistema central. Além da habitual informação de encomendas, pagamentos e devoluções, é crucial que a disponibilidade dos produtos seja partilhada em tempo real. O objetivo consiste em proporcionar aos clientes uma experiência de compra personalizada. Isto requer o armazenamento de informação sobre os hábitos de compra e preferências do cliente.

O maior desafio está precisamente na sincronização em tempo real da informação sobre disponibilidade dos produtos em todos os canais de venda. O inventário encontra-se, muitas vezes, disperso por várias localizações, quer sejam armazéns ou lojas, respeitante aos vários canais digitais. No entanto, o inventário apresentado ao cliente deve conter a soma de todos os inventários das distintas localizações, e revelar-se capaz de ser entregue num prazo aceitável.

Ultrapassado este desafio, o desafio seguinte consiste na capacidade de entregar efetivamente as encomendas nos prazos estimados. Neste processo, cada ação manual e cada falha de sincronização representam atrasos, e muito provavelmente clientes insatisfeitos que, além de devolverem o artigo ou cancelarem a encomenda, podem deixar de consumir a marca.

Torna-se evidente que a informação integrada e consolidada nos diversos canais e processos constitui um fator crítico na base de uma estratégia omnicanal de sucesso, algo que um bom software ERP pode proporcionar.

Uma das grandes vantagens do software de gestão da moda é proporcionar numa única versão da realidade dos níveis de inventário e de todas as transações que os afetam. Toda a informação crucial é disponibilizada num só sistema, dispensando migrações morosas e complexas que englobam inúmeras soluções. Adicionalmente, com a implementação do ERP o processo de adicionar novos canais deixa de ser um enorme projeto de TI onde todos os tipos de interfaces teriam de ser criados, integrados e mantidos para armazenar e distribuir toda a informação necessária.​